Coreto Carmelo Taverna é reinaugurado na Praça Dom Orione

Um dos maiores símbolos do Bixiga, o coreto Carmelo Taverna, localizado no centro da Praça Dom Orione, foi reconstruído e entregue à comunidade do bairro nesta sexta-feira, dia 04 de agosto. O coreto, contruído em 1984 por Senhor Walter Taverna, da Cantina da Conchetta, sofreu com anos de degradação, falta de manutenção e acabou desmoronando em dezembro do ano passado. 

 
A praça, localizada bem no coração do Bixiga, foi a primeira região do bairro a participar do programa Bairro Lindo, ação de zeladoria que conta uma parceria entre a comunidade e o poder público. No dia 27 de maio, mais de 200 voluntários trabalharam no plantio de mais de 11 mil mudas de grama, entre outros serviços.
 
Faltava o coreto. Comerciantes e moradores da região então se reuniram e fizeram uma vaquinha para bancar a reconstrução do patrimônio, obra que foi devidamente aprovada pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) uma vez que a praça é tombada e as características precisam ser preservadas. 
A reinauguração do coreto contou com a presença de representantes de toda a comunidade do Bixiga e também do Prefeito João Dória Júnior, que participou também da inauguração do primeiro coreto em 1984, quando era secretário de turismo do então prefeito Mário Covas. Antes de falar, o prefeito passou o microfone para que o senhor Walter Taverna falasse em nome da comunidade do Bixiga. “Ele é a alma do Bixiga” diz Dória sobre Taverna. A festa, animada pela Bateria 013 e Banda do Candinho, encerrou-se com a benção do Padre Bogaz da Igreja de Nossa Senhora Achiropita.
 

Além de um novo coreto, a praça ganhou um parquinho para as crianças, que existia no passado mas com o tempo simplesmente sumiu da paisagem local. A Escadaria do Bixiga, outro marco do bairro, também passou por um processo de revitalização com pintura e limpeza de pixações. Diversas câmeras de monitoramento foram instaladas por toda a região.

O bairro todo agradece e está feliz, mas ninguém tanto quanto Walter Taverna, não somente pelo seu amor e luta pelas tradições e progresso do Bixiga, mas porque o coreto foi uma obra que ele construiu em homenagem ao seu pai, Carmelo Taverna.
 
Carmelo Taverna, nasceu em 1895 no bairro do Bixiga. Filho de sicilianos, sua família foi uma das primeiras a chegar no Bixiga. Casou-se com dona Modesta Petronio Taverna e teve sete filhos. Foi cozinheiro e trabalhou na cantina Capuano, a mais antiga de São Paulo. Faleceu de forma trágica em 1958 em um acidente na Raposo Tavares. Um caminhão desgovernado bateu em seu veículo e morreram seis pessoas: Carmelo, Modesta, três filhas e uma sobrinha. O coreto foi construído no local onde Carmelo Taverna nasceu.
 
O Bixiga vive! A praça, que tempos atrás estava muito degradada, hoje é orgulho do bairro. Durante o dia as crianças podem ocupar e brincar, a noite as pessoas podem se reunir para conversar e até mesmo namorar, como nos tempos passados. Essa luta pela sobrevivência cultural é a maior característica desse bairro de luta e de tantas histórias.
 
Cuide do Bixiga!